Ubuntu Tarde
topo

EQUIPE DE DESENVOLVIMENTO:
Alexandre Menezes
Alexsandro Lima
Anderson Santos



É um sistema operacional desenvolvido pela comunidade Ubuntu, as necessidades operacionais dos usuários de desktops, notebooks e servidores são supridas com todas as ferramentas disponibilizadas pelo Ubuntu com por exemplo leitor de emails, processador de textos, servidores de web e ferramentas de programação, existe um leque de ferramentas muito grande para atender a vários niveís de usuário, desde do iniciante ao avançado.

Existem outras distribuições do linux derivadas do Ubuntu reconhecidas. Uma delas é o Edubuntu, distribuída com intuito didático para escolas. Outra é o Xubuntu que serve para incorporar usuários de computadores menos potentes à comunidade Ubuntu. Além desses que são reconhecidos existem outros que não são. É o caso de nUbuntu (que possui varias ferramentas de segurança) , zUbunto (utilizados em mainframes da IBM).

Algumas entidades já vêm aderindo ao Ubuntu. A fabricante de equipamentos DELL, passou a usar desde maio de 2007 o Ubuntu em suas maquinas e também o parlamento francês que declarou em março do mesmo ano que iria transferir toda a sua rede de computadores (mais de 1100 máquinas).

xubuntu_edubuntu
fonte: http://wiki.ubuntu-br.org

A Palavra Ubuntu

Uma tradução rápida do princípio de Ubuntu é "humanidade para os outros". Outra tradução poderia ser: "a crença em uma ligação universal de compartilhamento que conecta toda a humanidade"
"Uma pessoa com ubuntu é aberta e disponível aos outros, assistente aos outros, não se sente ameaçada por outros que são capazes ou bons, uma vez que ele ou ela tem uma auto-confiança que vem do saber que ele ou ela pertence a um conjunto maior e é diminuído quando outros são humilhados ou diminuídos, quando outros são torturados ou oprimidos."

—Arcebispo Desmond Tutu


Software Livre

O projeto Ubuntu é totalmente comprometido com os princípios de desenvolvimento do software livre; nós encorajamos os usuários a utilizarem, melhorarem e distribuirem os nossos softwares. Isto significa que o Ubuntu é e sempre será gratuito.


ONLINE COM O UBUNTU

Em seu ambiente online o sistema operacional Ubuntu proporciona a seus usuários navegação através da web, enviar e receber e-mails, conversar com seus amigos em chats, acessar outros computadores remotamente, video conferência, entre outras vantagens. A figura 1 abaixo mostra alguns aplicativos que podem ser utilizados online pelo ubuntu.

online

(Figura 1)fonte:http://wiki.ubuntu-br.org


ESCRITÓRIO

A parte de escritório oferece ao usuário Ubunto a criação de planilhas, fazer apresentações através de slides, criar e editar documentos e criar banco de dados. Todos os trabalhos feitos através da ferramenta usada pelo Ubuntu como escritório, no nosso exemplo específico o OpenOficce é compatível com todo pacote MS Office. A figura 2 abaixo mostra um exemplo do Open Office rodando no Ubuntu.

open

(Figura 2)fonte:http://wiki.ubuntu-br.org


ATUALIZAÇÃO

A Atualização do Sistema Operacional é muito fácil. O Ubuntu disponibiliza anúncios automáticos para sinalizar atualizações disponíveis, bastando clicar no ícone de notificação para mostrar todas as atualizações que podem ser feitas. Seguir as instruções é muito fácil, pelo fato das instruções serem bem intuitivas, até mesmo para usuário que não tenha domínio do sistema operacional ele irá atualizar o sistema operacional. O ubuntu disponibliza atualizações de segurança para manter os usuários protegidos garantindo atualizações segura. A figura 3 abaixo mostra o gerenciador de atualizações do Ubuntu.

atual

(Figura 3)fonte:http://wiki.ubuntu-br.org


ADICIONAR/REMOVER PROGRAMAS

Nas primeiras versões do Ubuntu, adicionar ou remover programas era muito trabalhoso. Em diversos foruns estavam mensagens pedindo auxilio para conseguir remover algum programa instalado. Nas versões atuais essa dificuldade diminuiu consideravelmente. O painel de adicionar/remover aplicações é dividido por categorias. O usuário tem a opção de mostrar todos os aplicativos instalados ou escolher uma categoria específica tem também a opção de procurar o aplicativo instalado através do nome. Existe uma legenda mostrando a utilidade do aplicativo e a popularidade dele. Na figura 4 abaixo resume o que foi explicado.

add_remover

(Figura 4)fonte:http://wiki.ubuntu-br.org


SUPORTE A IDIOMAS

O Ubuntu oferece versões em mais de 40 idiomas. A sua instalação se torna ainda mais simples por conta disso. Diferente de outras distribuições linux, o Ubuntu não faz nenhum tipo de perguntas sobre pacotes de instalação. Normalmente a instalação é feita em inglês e o usuário pode alterar o idioma de forma muito simples. Tudo é explicado e detalhado durante o processo de instalação. Na figura 5 abaixo mostra os idiomas suportados, suporte padrão e método do entrada.

idiomas

(Figura 5)fonte:http://wiki.ubuntu-br.org


COMUNIDADE E CÓDIGO DE CONDUTA

Para ser membro da Comunidade basta ter vontade de interagir com os outros membros, participando de eventos, divulgando a comunidade, oferecendo suporte aos usuários, em fim, contribuindo com a evolução do Ubuntu. Mas também é preciso seguir o código de conduta que é oferecido pelo Conselho formado por 4 membros oficiais do Ubuntu. Quem for de acordo precisa assinar o código para fazer parte da comunidade. Segue abaixo o site da comunidade ubuntu e o código de conduta.

www.ubuntu-br.org/comunidade
www.ubuntu-br.org/codigodeconduta

UBUNTU X DISCIPLINA COMPILADORES

É do conhecimento de todos de que o Sistema Operacional (SO) é o programa mais importante do computador. Portanto, tal afirmativa pode ser aplicado com toda veracidade ao Ubuntu, já que é um SO. Sabemos também, que o Compilador cria um programa semanticamente equivalente, porém escrito em outra linguagem. Logo uma pergunta vem à tona: Qual a relação de Compilador com o Ubuntu? A resposta mais plausível é: Tudo!!!

Obviamente que mantendo suas particularidades à parte, alguns pontos podem ser focados a identificar as relações de similaridade do estudo da disciplina Compiladores com o Ubuntu. Em primeira vista, sabemos que um SO, em especial o Ubuntu, foi preciso ser escrito em um código-fonte (texto-fonte) em uma linguagem de programação. E logo após, compilado para poder ser executado. Nota-se já a partir desta primeira análise essa forte relação.

Sabe-se que a cada seis meses, uma nova versão do Ubuntu é compilada para uma posterior distribuição. Logo por premissa, fica claro que todo esse processo de tradução, análises léxica, sintática e semântica, geração e otimização de código e a geração um código final, interliga diretamente ao estudo de Compiladores no processo de construção de um SO.

Não só bastasse, fica fácil associar algumas semelhanças no processo de construção de ambos, criando a cada versão o acúmulo de experiências, através da observação de resultados, levando ao desenvolvimento de técnicas, seguido da vontade e necessidade de aprender e aprimorar a cada versão.

Portanto, conhecer a estrutura e organização funcional, entendendo os passos e as ferramentas disponíveis para a construção de um compilador. E fazer uma aplicação prática desse estudo, mostra de forma significativa a importância da matéria compiladores na vida de um profissional de informática.

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA

http://pt.wikipedia.org/wiki/Ubuntu_%28distribui%C3%A7%C3%A3o_de_Linux%29

http://www.ubuntu-br.org/

http://www.ubuntu.com/

http://www.ubuntu-pt.org/Web/

http://pt.wikipedia.org/wiki/Ubuntu

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License