IE X Firefox X Google Chrome

Internet Explorer

content.answers.com_main_content_wp_en_1_1a_Internet_Explorer_7_T_Logo.png

O Internet Explorer, também conhecido como IE, foi criado em 1995 pela Microsoft e é o líder de usuários entre os navegadores de internet.

O IE acompanha o Windows desde a versão 95 OSR2. A versão 6 foi incluída no Windows XP em 2002. A sua mais atual versão, 7.0 do é pré instalada noWindows Vista, no qual abordaremos suas funcionalidades no decorrer deste artigo.

IE7 não sofreu grandes do alterações na sua interface desde a sua versão beta, a Microsoft focou o seu trabalho, no nível de segurança, performance e compatibilidade entre sistemas.

ie7.jpg

Dentre as novidades, destaca-se a capacidade de navegação por guias(abas), que permite navegação de várias páginas simultaneamente e agrupar as janelas.

A função "Quick Tabs" possibilita visualizar as diferentes abas em miniaturas.

O IE agora possui um campo de busca, ao lado à barra de endereços onde diversos serviços, incluindo concorrentes, como o Google, estão disponíveis.

O filtro anti-phishing do IE7 é uma ferramenta que identifica sites falsos ou ameaças que possam prejudicar o usuário, reforçando assim suas melhorias de segurança.

O Internet Explorer também já foi lançado para outras plataformas a exemplo de Macintosh e Solaris. No Linux/Unix é possivel através do Wine(Ferramenta que possibilita execução de programas de plataforma Windows).

Mozzila Firefox

firefox_huge.png
location-bar.png

Firefox é um navegador livre e multi-plataforma, desenvolvido pela Fundação Mozilla que conta com ajuda de centenas de colaboradores.

O Firefox já teve três nomenclaturas: Phoenix, Firebird, e Firefox.

Com a proposta que se ele não faz o que você precisa, basta procurar ou criar um plugin (add-on) que atenda às suas necessidades. Hoje, mais de 5.000 complementos (add-ons) estão disponíveis para customizar o Firefox: adicione funcionalidades ou mude a aparência do navegador através do seu Gerenciador de Complementos.

No lançamento da sua última versão há cerca de dois meses atrás, o Firefox entrou para o Guiness Book, como o navegador mais baixado em 24 horas, alcançando mais de 8.000.000 de downloads neste intervalo.

O Navegador foi construído sobre a nova e poderosa plataforma chamada Gecko 1.9. Após quase três anos de desenvolvimento e mais de 14.000 contribuições de milhares de membros de comunidades, a plataforma Gecko foi completamente reformulada para rodar as aplicações Web mais exigentes da atualidade. No Firefox 3, aplicações complexas rodam duas ou três vezes mais rápido do que no Firefox 2, além de consumir menos memória durante processamento.

O Firefox está disponível para Windows, Mac OS X e Linux em mais de 40 idiomas.

Google Chrome

logo_sm.jpg

Sendo o destaque entre os atuais navegadores, o Google Chrome utiliza o WebKit motor do Safari, e trás diversas novas funcionalidades.

Para começar, a tela de ínicio do Chrome, exibe os atalhos para os sites mais visitados pelo usuários. Sua navegação é realizada através de guias(abas) independentes, cada uma utilizando um sessão. Se uma sessão cair, uma outra sessão poderá continuar funcionando. Sua barra de navegação também é utilizada como buscador combinando com a tecnologia do Google Suggest, mostrando as sugestões de sites/busca à medida em que o usuário digita.

dlpage_lg.jpg

O maior atrativo deste navegador, além da velocidade de navegação, é a sua área de visualização, explorando os espaços das barras de ferramentas e de status que aparece apenas quando necessário. As guias de navegação foram para o topo da tela proporcionando um melhor aproveitamento do espaço da tela de navegação.

Também existe uma funcionalidade denominada aba anônima onde nada é gravado. Histórico, Coockies e arquivos temporários são dispensados.

O chrome é multi-thread (cada guia é atrelada a uma thread; se uma falhar, não compromete as demais).

Gera-se polêmica sobre a utilização do Chrome, afirma-se que o Google armazena informações sobre a navegação dos usuários. Fato que já fez uma empresa Alemã (SRWare) criar uma versão sobre o código do Chromium denominada Iron, com o propósito de garantir a privacidade dos seus usuários.

Popularidade

Segundo o site Info em 02 de Outubro de 2008, o IE ainda é o navegador mais utilizado do mundo, possuindo 71,5% dos usuários, sob medição de pesquisadores da Net Applications. Porém sua hegemonia vêm perdendo força há pelo menos sete meses. Dois meses atrás o IE era utilizado por 72,2% dos internautas.

Ainda segundo o Info, O Chrome que foi lançado a pouco mais de um mês, chegou a 1,16% pontos de popularidade. Hoje o navegador do Google representa 0,77% do total.

Ainda com informações da Net Applications, o Mozzila Firefox conta com 19,5% dos usuários. Antes do lançamento do Chrome, cerca de um mês atrás o Firefox possuia 19,7% de adeptos.

O que vem por aí

Antes mesmo do lançamento do Firefox 3, a Mozzila anunciava o surgimento do Firefox 4 que será denominado como Minefield. O Firefox 4 promete mais segurança, melhor flexibilidade com integração aos sistemas operacionais, novo motor, etc.

A Mozzila já deixou disponível para download em seu site oficial, a versão Pré-Alpha 1 do Firefox 4.

Também em busca da perfeição, a empresa líder em navegadores de internet, disponibiliza para download uma versão beta para a oitava geração do Internet Explorer.

Dentre suas novas funcionalidades estão WebSlice e Abas coloridas. O primeiro é uma espécie de “gerador de feed de trechos de uma página“, muito semelhante ao RSS, o webslice gera informações atualizadas sobre os sites desejados. O IE 8 também trará grupos de abas coloridas, para facilitar na identificação dos sites entre as diversas abas abertas.

Referências:

El Pais: http://www.elpais.com/articulo/internet/grandes/innovaciones/Chrome/elpeputec/20080902elpepunet_8/Tes
Info: http://info.abril.com.br/aberto/infonews/102008/02102008-18.shl
Mozzila: http://www.mozzila.org/
Microsoft: http://www.microsoft.com/ie/
Google Chrome: http://www.google.com/chrome/
Chrome Brasil: http://www.chromebrasil.com.br/
TEK (Portugal): http://tek.sapo.pt/

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License