Framework Lwuit

Universidade Católica do Salvador - UCSAL
Componentes:
Ane Gleide da Conceição de Araújo - moc.liamtoh|enaojuara#moc.liamtoh|enaojuara
Anderson Rocha - moc.liamg|nosnam.nos#moc.liamg|nosnam.nos
Paulo Araújo dos Reis Filho - moc.liamg|47sierp#moc.liamg|47sierp
Assunto: Framework LWUIT

1. INTRODUÇÃO

LightWeight User Interface Toolkit (LWUIT) é um framework que dispõe de componentes gráficos, foi concebido pela empresa Sun, com a finalidade de desenvolvimento de aplicativos de interfaces gráficas para dispositivos móveis. O propósito do seu desenvolvimento é para ser utilizado em plataforma Java ME. Basicamente LWUIT é uma biblioteca desenvolvidas para interfaces gráficas, sendo um open source.

LWUIT, foi concebido baseado em Java Swing , sendo o seu desenvolvimento de consideravelmente menos complexo do que o Swing. O Swing é uma API Java para interfaces gráficas.

Possui grande riqueza de conjunto de componentes de interface do usuário, gerenciamento de layout, transições animadas, configuração de cores, temas, interfaces touch-screen, botões, abas, caixas de diálogos, integração em 3D, tornando-se uma ferramenta importante e um facilitador para os profissionais da área gráfica. Suporta aplicações HDTV para dispositivos móveis. Ele também integra vários tipos de dispositivos gráficos pelo fato de cada um possuir interfaces diferentes.

Funciona nas seguintes plataformas: Java ME, MIDP 2.0 ou Java 2 Standard Edition (Java SE).

LWUIT, além de facilitar no desenvolvimento das aplicações em Java ME juntamente com uma interface gráfica, ele é extremamente simples de programar, diferentemente de Canvas. O Canvas é uma classe para as aplicações que necessitam manipular eventos de baixo nível e realizar chamadas para desenhar no display.

Vantagens: customizável, extensível, personalização flexível, ResourceEditor, temas personalizados,

Desvantagens: tamanho da aplicação geralmente tende a se tornar muito grande, ocupando assim muito espaço.

2. ARQUITETURA

A arquitetura de LWUIT é representada na seguinte forma:

imagem.bmp

Figura 1: Arquitetura de LWUIT

3. COMPONENTES

Os componentes de LWUIT são:

componentes%20lwuit.JPG

Cada componente tem uma determinada função, que será apresentada a seguir:

a) List: é um componente importante para aplicações interativas.

listb.png


Figura 2: Modelo de List

A figura abaixo mostra um exemplo de List com texto e imagem:

list.png

Figura 3: List com texto e imagem

b) ComboBox: é um tipo especifico de List e possui um model e permite a visualização de uma lista de opções.

combo.png

Figura 4: Modelo de ComboBox

c) Container: responsável pelo armazenamento dos componentes que é realizado através de métodos. Cada um possui seu próprio layout.

d) Form: é um container sendo a base para a realização de interface com o usuário. Ele é compost por: Title, ContentPane, e Menubar.

e) TabbedPane: é um container de abas que possui títulos. As abas permitem a mudança das telas e elas podem ser de modo vertical, horizontal. Cada aba que é criada pode conter texto ou imagens. O método que cria abas é o addTab( ).

tabbedpane.png


Figura 5: Modelo de TabbedPane

f) Dialog: é basicamente um Form que ocupa um determinado espaço da tela. Podem ser classificados como modal ou modeless. Os tipos são: erro, alarms, confirmation, info e warning.

O Dialog pode ser criado como um método estático ou como um objeto. Utiliza os seguintes métodos para sua criação: show() e dispose().

dialog.png

Figura 6: Modelo de Dialog

g) TextArea: expecifica linhas e colunas, apresentando o texto na tela.

text.png

Figura 7: Modelo do TextArea

h) Label: todo label pode possui texto, imagem e texto/imagem. E podem ser alinhados verticalmente ou horizontalmente a depender da necessidade.

i) Button: adquire todas as informações do Label, sejam os textos ou as imagens. Utiliza uma tela de seleção ou um ponteiro. Com o método ActionListener é possível descobrir se o botão foi utilizado.

j) RadioButton: adquire todas as informações dos Button e possui um estado booleano

h) Checkbox: parecido com o RationButton, onde a diferença é que a seleção é feita através do método isSelected().

buttons.png

Figura 8: Tela com Button, RadioButtioon e Checkbox

4. VÍDEOS

a) Touch-screen: o vídeo abaixo mostra um exemplo do uso de touch-screen no iPhone:

b) Musix do dispositivo BlackBerry:

5. A RELAÇÃO DO TEMA COM A DISCIPLINA COMPILADORES

O Framework Lwuit foi baseado no Swing da plataforma Java SE e integrado especificamente modelado e construído para ambientes restritos em poder de processamento e memória, como o dos dispositivos móveis. Esta biblioteca é integrada a plataforma Java ME que utilizam máquina virtual para interpretar os bytecodes. Assim, o Framework LWUIT, permite uma interface gráfica para dispositivos móveis ou qualquer dispositivo que suporte Java.

6. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

GOOGLE. Testes com LWUIT. Disponível em: <.www.google.com.br>. Acesso em: 09 abr. 2010.

JAVAMOVEL. LWUIT – Introdução. Disponível em: < http://www.javamovel.com/2009/08/lwuit-introducao.html>. Acesso em : 09 abr. 2010

JAVANOROESTE. Introdução ao Lightweight User Interface Toolkit (LWUIT). Disponível em: http://javanoroeste.com.br/javanoroeste/novo/artigos/lwuitintroducao.html. Acesso em: 14 abr. 2010.

MOURÃO JÚNIOR. Ernandes. Java ME Platform SDK 3: O sucessor do Wireless Toolkit “Velho de Guerra”. Disponível em: http://www.devmedia.com.br/articles/viewcomp_forprint.asp?comp=12886. Acesso em: 16 maio. 2010.

PINTO, Rafael Quintana. Savage: Framework para desenvolvimento de interfaces gráficas para dispositivos móveis utilizando SVG. Disponível em: < http://svn2.assembla.com/svn/com_br_mobits_savage/docs/Monografia%20Quintana%20final.pdf>. Acesso em: 12 abr. 2010.

SLIDESHARE. Arquitetura de Apis gráficas do Java DTV Lwuit e DTV UI. Disponível em: http://www.slideshare.net/erisvaldojunior/arquitetura-de-ap-is-grficas-do-java-dtv-lwuit-e-dtv-ui>. Acesso em: 10 abr. 2010.

SUN. The Lightweight User Interface Toolkit (LWUIT): An Introduction. Disponível em: <http://java.sun.com/developer/technicalArticles/javame/lwuit_intro/>. Acesso em: 12 abr. 2010.

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License