Azure

Para podermos falar sobre a plataforma de serviços Azure primeiro falaremos sobre o que é a computação nas nuvens.

A computação na nuvem é uma nova tendência da área de T.I onde os o processamento de dados, execução de softwares, banco de dados e tudo mais é armazenado e executado remotamente em data Center disponíveis na internet. Processamento massivo, capacidade de armazenamento infinito, backups, ausência da necessidade infra-estrutura são uma das características da navegação em nuvens.

Mas para poder fazer tudo isso é necessário ter um intermediário para poder definir padrões, métodos e garantir a confiabilidade e a segurança do sistema.
A plataforma de serviços Azure foi desenvolvida para poder rodar sobre a computação nas nuvens da Microsoft.
A plataforma é formada por componentes que rodam na internet, componentes esses são:

  • Windows Azure: Sistema Operacional para gerenciar a execução e o armazenamento nos servidores da microsoft
  • Microsoft .NET Services: Oferece serviços de infra-estrutura distribuídos para aplicativos baseados em nuvem e locais.
  • Microsoft SQL Services: é um SQL para navegação nas nuvens.
  • Live Services: Através do Live Framework, fornece acesso aos dados a partir de aplicativos Live da Microsoft e outros. O Live Framework também permite sincronizar esses dados em estações de trabalho e dispositivos, encontrando e fazendo o download de aplicativos, e muito mais.

Windows Azure

Segue uma figura com os componentes do Windows Azure.

W.Azure1.bmp


Fonte: Microsoft

O Windows Azure é executado em diversos computadores distribuídos pelos centros de dados da Microsoft que lhe dar uma capacidade de processamento enorme, centros esses que estão espalhados em diversos continentes.
Armazenar dados e executar aplicativos nas nuvens tem benefícios interessantes para as corporações como por exemplo ao invés de instalar um sistema na própria corporação e ter custo com energia, infra-estrutura , manutenção e etc. ela pode contratar um serviço de nuvem. Só que para ter essas vantagens é necessário um sistema de gerencia competente, daí vem o Windows Azure que controla o aplicativo de modo que funcione de modo esperado: eficientemente.
É dada uma ID do Windows Live para que os clientes possam configurar e monitorar os aplicativos.

.NET Services

O .NET Services tem a função de tratar o desafio da infra-estrutura comum dos aplicativos distribuídos.
A Imagem a baixo mostra os componentes dele.

NETService.bmp

Funções:

- Controle de Acesso: Onde define o que o usuário tem acesso ou não, podendo assim gerar um conjunto de dados que pode ser acessado por apenas alguns grupos, por todos ou apenas uma única pessoa.
- Barramento de Serviço: facilita a exposição dos serviços disponíveis de um aplicativo qualquer que esteja na nuvem ou seja local
- Fluxo de Trabalho: ele quem permite a que os aplicativos possam interagir na nuvem sem problemas.

SQL Services

O SQL Service é um bando de dado desenvolvido para rodar nas nuvens.
Com o objetivo ser um meio acessível, o SQL permite não só aplicativos da nuvem armazenem e acessem os dados como também aplicativos locais.
Esse “serviço” tem a vantagem de poder ser usado por softwares que estejam rodando em qualquer tipo de S.O, porém numa visão corporativa os seus maiores benefícios são a redução de custo com um data center, o fato de pagar apenas pelo que está sendo usado e principalmente acessibilidade.

SQL.bmp

Veio implementado para facilitar e simplificar a criação de um banco de dados fazendo assim com que o usuário tenha que se preocupar apenas com os dados que são, de fato, o que mais importa, afinal é um banco de dados e não de madeira.

LIVE SERVICES

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License